Quinta-feira, 15 de Abril de 2010

Voltei...

 

 

 

 

Já lá vão uns meses desde a minha última entrada aqui. Minha vontade de escrever desapareceu ao mesmo ritmo que minha vida foi se alterando. Mas hoje, por alguma razão que me ultrapassa, surgiu esse desejo. As palavras começam a fervilhar debaixo dos dedos após a visita á alguns blogs onde mostram sua força. Primeiro e porque me falta ainda a coragem, resolvi responder alguns emails pendentes há tanto tempo. Sei que tenho de usar a sinceridade e falar com os amigos sempre preocupados e que invadiram minha caixa de correio com a mesma pergunta:”que tens?” Pensei que se tivesse força em responder a pergunta colocada, também encontraria um jeito de estar aqui…e aqui estou…

Lá fora os trovões iluminam o céu e o barulho que se segue torna-se ensurdecedor… Chove copiosamente… Sempre gostei de trovoadas… Tenho medo sim, mas é um medo que consigo ultrapassar… Como sou capaz de ultrapassar este que se instalou na minha alma, no meu coração…no meu pensamento…

Ainda tinha esperanças que 2010 fosse um ano bom. Afinal gosto dos anos pares!!! Mas se 2009 acabou mal, este, em poucos meses já o ultrapassou…

Descobrir que tinha um Linfoma no pescoço foi um choque. Tive de passar por algumas fases até chegar ao veredicto. Foram dias de muito cansaço, muito desalento e muito, muito medo… Suspeitavam de um primário em algum sítio que não no pescoço e os exames foram sucedendo-se a um ritmo louco…Não tinha tempo para pensar…não tinha tempo para chorar…

Felizmente não se descobriu mais nenhum…

A primeira sessão de quimio fez meu mundo ruir. Só aí me dei conta que tinha um cancro e que tinha que o combater. Não havia por onde fugir. Tinha uma guerra pela frente e muitas batalhas para travar. E não tinha outra hipótese senão ganhar…

Chorei muito nesse dia e fiz chorar as pessoas que amo. Meu pequeno mundo fechou-se sobre mim como um manto protector. O abraço da minha família, o carinho dos meus amigos e até os mimos de desconhecidos, criaram um escudo que me afasta da tristeza. Sabia que estava em porto seguro. O amor vence tudo e eu tenho todo o amor do mundo.

Agora que chego ao fim deste meu texto, sei que é por eles que escrevo.

Por meu marido, meu apoio incondicional. Obrigada meu amor por ter sempre tua mão envolvendo a minha.

Ao meu filho que do seu jeito calado, mostra todo o seu carinho em pequenos mimos que me deixam sempre com a lágrima ao canto do olho…mas não é de tristeza meu filho…mas sim por te amar infinitamente.

A mana Lena que me acusa de ser mimada esquecendo que é dela que vem o maior mimo. Obrigada mana por tudo o que tens feito, tua paciência e teus cozinhados…

A mana São que nunca me deixa ir abaixo encontrando sempre um jeito de me mostrar que em meio as desgraças, há sempre um motivo para sorrir.

Aos meus meninos, Letícia, Patrícia e Hélder… Agora não vos posso dar beijinhos, mas todos os dias vos beijo com meu coração e com todo o meu amor.

A ti mano… que me obrigaste a descobrir o sabor das Mangas e das Papaias.

Mãe…palavras para quê?!! Estas aqui, comigo em todas as horas… Desculpa se te faço chorar…Mas prometo-te que vou vencer!

Palmira, obrigada por essa amizade tão bonita.

Aos meus amigos, sempre presentes… apesar de ausentes. aos que me escrevem e me fazem viajar por mundos diferentes… Não é Mafalda?!! E como é bom fugir de vez em quando nas palavras dos amigos… Obrigada a todos!

No fim, bastava apenas dizer que vos amo a todos…

 

Fátima

 

 

 


Segredo de... Fátima às 20:12
| Comenta...
20 comentários:
De Carlos a 15 de Abril de 2010 às 22:47
Há palavras que raramente pronunciamos e se o fazemos é para falar dos outros e nunca dos “nossos”, confesso que não foi fácil para mim e nem para ninguém pronunciar a palavra cancro ao mesmo tempo que se falava de alguém que tanto amamos. Talvez não tenha sentido tanto como tu, mas enquanto o diagnóstico final não chegou o meu coração andava inquieto, uma confusão de sentimentos, medo, tristeza, ansiedade…felizmente os resultados chegaram e mostraram que a batalha afinal era mais fácil de vencer do que se poderia pensar. Aí respirei de alívio…
Hoje mana, digo-te de coração, admiro-te pela atitude que tens tido estes últimos meses, não é fácil de um momento para o outro saber que temos um cancro, no entanto estás-te a portar muito bem e sempre sorridente tens enfrentado e ultrapassado tudo isto com elevado mérito.
E é com esse optimismo que tens e todos nós temos que terás de seguir até ao final dos tratamentos, não tarda a olharmos todos para trás e verificarmos que o pesadelo já terminou.
O amor que a todos nos une enquanto irmãos e que a mãe tão bem nos incutiu é inabalável, tem uma força invencível e como que um escudo estará ao teu lado para te proteger.
Beijo mana.


De Fátima a 15 de Abril de 2010 às 22:56
Não é facil não mano... E muitas vezes a vontade de sorrir fica lá bem no fundo. Mas sabes, a vossa tristeza e a dor que vejo e sinto em vós é bem pior do que a doença. Por isso vou vencê-la por mim mas também por todos aqueles que me amam!
Beijo mano


De Peter a 16 de Abril de 2010 às 19:47
Olá Fátima!
Sabes que acredito em Deus... acho que não viemos ao Mundo por acaso, Deus veio ao Mundo e sofreu por nos...Sera que não viemos ao Mundo para aprender todos os sentimentos existentes, desde a alegria,tristeza, dor, sofrimento, etc?
Por vezes so olhamos para nos e esquecemo-nos dos que nos rodeiam, somos egoistas, quantos sofrem ou choram?
Não somos os unicos... e desta forma que temos de pensar diariamente, so assim ganhamos forças de enfrentar os problemas do quotidiano.
Os fracos desistem os fortes resistem...temos de ter força e esperanças e acreditar que tudo se resolvera.
O ano de 2010 ficara na memoria de todos e da tua familia como uma batalha que a venceste...
Beijos e cre que tudo se recolvera!

Peter


De Fátima a 19 de Abril de 2010 às 13:43
Obrigada Peter pelo carinho. Eu acredito que vou vencer. Não posso pensar no contrario. Talvez não tenha a mesma fé do que tu, mas acredito em algo maior que vela por nós.
Beijo com carinho


De São a 16 de Abril de 2010 às 20:49
A tua dor é a nossa dor, as tuas lágrimas são as nossas lágrimas e os teus medos são os nossos medos. Por isso somos a família que somos, sempre presentes, sempre unidos tanto na tristeza como na alegria. Não duvidas da tua cura porque estamos todos no mesmo barco a remar para te levar a um porto seguro. Isto tudo só para te dizer que seja lá o que estiver reservado para nós este ano estaremos todos juntos a lutar ou a celebrar. Um beijo do coração São


De Fátima a 19 de Abril de 2010 às 13:47
Eu sei mana que aconteça o que acontecer, estarão todos ao meu lado. É com a vossa ajuda, vossa força, vosso apoio e muitas as vezes com vossas piadas que os meus dias se tornam menos pesados e que vou ganhando a certeza que irei conseguir chegar ao fim.
Sempre juntos...
Beijo


De Ἑλένη a 17 de Abril de 2010 às 10:27
Olá Maninha!
Que mais tenho eu a acrescentar, depois de tudo o que os maninhos escreveram!?
A união faz a força! E tu sabes! Que entramos todos no mesmo filme que tu, apesar de tu seres a actriz principal! Alias como tens sido sempre! Muito gostas de protagonismo! ! Ahahah!!
Tenho o pressentimento que este ano receberás o globo de ouro na categoria de…
Melhor actriz principal, que soube interpretar o papel de lutadora com empenho e objectividade!
É claro que a guerra ainda não está ganha… mas ela só poderá ser ganha se continuares a interpretar esse papel como o tens feito até agora!
Confesso que…
Bem o mereces! Pois tens tido umas cenas com algum dramatismo e que soubeste dar a volta por cima! Com muito sofrimento é claro! Mas… sempre com optimismo! E é assim que tem de ser!
E também é verdade que…Deveria existir um prémio para a qualidade da mais mimada! Pois até esse papel me roubaste! Ah!ah!ah!
Vou parar de escrever, senão vou ultrapassar o tamanho do teu texto! Ah!ah!ah!
Mas lembra-te que sempre estivemos, estamos e estaremos sempre juntos, a apoiarmo-nos incondicionalmente para tudo o que possa surgir nas vidas de cada um de nós!
Força Maninha!



De Fátima a 19 de Abril de 2010 às 13:54
Neste filme onde tudo parece acontecer a 100/hora, somos todos artistas principais. O que seria de mim sem todos vós ao meu lado? Não se vence guerras sem aliados e eu tenho os melhores. E se não fosse a vossa força e o vosso apoio, este filme teria a categoria dos filmes de terror, mas com a vossa ajuda, não vai passar de uma historia de vida com final feliz.
Quanto ao papel de mimada, não o perdes...apenas divides... Alguma vezes poderias deixar de o ser? Não serias a mesma!!!
Beijo


De ** minhas estrelas ** a 18 de Abril de 2010 às 10:52
Olá AMIGA
É com as lágrimas nos olhos que escrevo, pois sei que não é fácil para ninguém receber uma noticia dessas, mas por favor não desanimes...
Vai tudo correr bem, tens que acreditar nisso, pensamentos positivos por favor...
Se precisares de um ombro amigo estou cá é só passar pelo meu canto e avisar estarei cá para dar te carinho, chorar contigo se for o caso.
Mas força é só o que te posso desejar, vai correr tudo bem...
beijos as melhoras
passarei mas vezes para saber noticias, senão deixa no meu blog embora não ande muito por cá mas virei ver volta e meia

beijo doces


De Fátima a 19 de Abril de 2010 às 13:58
Que posso eu responder ao teu comentario? Posso apenas agradecer do fundo do coração e sentir-me abençoada pela familia e pelos amigos que tenho. É bom poder contar com um abraço.
Obrigada pelo carinho.
Beijo


De Letícia a 18 de Abril de 2010 às 20:27
Conjuga o passado com o presente, imagina o futuro
Se me enganava numa palavra apagavas a frase inteira e obrigavas-me a escrever tudo de novo.
A fase pela qual estás a passar agora será talvez longa… mas no fim será só mais uma página da tua vida.
Se me enganava numa palavra no ditado, mandavas-me escreve-la dez vezes.
A palavra cancro não passará disso mesmo, é uma palavra que terás de a corrigir para que possas passar a outra fase.
Quando a minha mãe me deixava de manhã na tua casa e eu ia dormir para as tuas asas.
Inverteram-se os papéis. Tenho as minhas asas sempre a teu redor, para te proteger.
Quantas vezes precisei de ti, para coisas básicas, para desabafos, para um mimo.
Eu estou aqui Tia, para ti. Dar-te-ei tudo o que for preciso.
És das pessoas que mais me orgulho e das quais tenho mais motivos para agradecer.
Contigo aprendi lições de vida, superando lágrimas, vivendo os sorrisos,
Todos nós sabemos que vida é difícil, como sabemos que para que ela se torne mais fácil de se viver, pessoas que nos amam.
Tens todos aqueles que te amam, ao pé de ti. Nenhum de nós te deixará desistir.
Estamos todos no mesmo barco, estamos todos contigo.
Por que no fundo, somos família e amamos-te.
- Da tua sobrinha.


De Fátima a 19 de Abril de 2010 às 14:03
Quando eras pequena, tentei dar-te tudo o que eu tinha de melhor e o melhor que eu tenho para dar será sempre meu amor. Esse, nunca te faltará porque fazes parte da minha alma, da minha vida, do meu coração. E se fui muitas vezes teu apoio, hoje devolves a dobrar todo o carinho. Sempre meiga, sempre doce e pronta a ajudar-me em tudo. Obrigada meu anjo. Amo-te muito.
Beijo


De Kita a 20 de Abril de 2010 às 02:48
Olá! Será este o primeiro comentário a este post de alguém que não conheces. E isso deixa-me feliz, porque estão aqui vários comentários de pessoas que amas e, pelo que pude ler, estão e estarão sempre ali contigo para o que der e vier. E isso é a maior força que alguém pode ter para continuar em frente!

Infelizmente já sei o que é ter alguém com cancro na família e sei que o sofrimento é sempre inevitável. Cabe-nos a nós aceitar o desafio da vida e lutar com unhas e dentes. Por nós próprios e pelos que lutam connosco, lado a lado.

Só te posso desejar muitos dias com sorrisos e sentimentos positivos. E muitas batalhas ganhas!... Porque hão-de ser tantas as batalhas (concerteza todas ganhas!) que um dia, quando menos esperares, acordas e... venceste a guerra. :)

Não desistas. Com todas estas pessoas a lutar contigo, será concerteza tudo muito mais fácil (apesar de NUNCA ser fácil!).

Tudo de bom. Espero um dia voltar aqui e ler num post teu "Venci!".

Fico à espera... ;)

Um beijinho grande e sincero,

Patrícia


De Fátima a 20 de Abril de 2010 às 11:44
Obrigada Patrícia pela tua simpatia e pelas palavras de animo. É verdade que tenho uma fortaleza a minha volta que é construida pelas pessoas que amo mas também por todas aquelas pessoas que mesmo não me conhecendo, me dão um abraço ou provocam um sorriso. Todos são importantes na minha vida pois só assim é mais facil seguir em frente ainda que seja um dia de cada vez. Espero também eu um dia escrever um texto com o titulo "VENCI"
Beijo com carinho


De Carina a 22 de Abril de 2010 às 22:57
Olá Fátima...


Que bom que é ler este texto e ver que estás de volta! Acabei de ter um misto emoções e sensações ao ler o que escreveste...

Continua a voar com as tuas asas de Anjo e acredita que nada acontece por acaso...

Desejo-te a maior força do mundo e que esta nuvem passe muito rápido para o sol brilhar na sua plenitude...


Beijinho cheio de carinho e de força...

Carina


De ZezinhoMota a 26 de Abril de 2010 às 16:56
Estou reencontrando algumas das velhas companheiras da net e fico feliz por isso.

Acho que nunca tive férias na net.

A minha poesia está cada vez mais no cimo; desde 2007 que participo em ANTOLOGIAS POÉTICAS...

E procuro patrocinios para enfim, publicar futuramente os meus livros de poesia...

Como deve ser do conhecimento da maioria em Novembro de 2000 fui operado ao coração (ANEURISMA)! Dizem que poucos se salvam, mmas a minha vontade de viver é muito forte e estou curado...

Em Dezembro de 2009 acabei de fazer um tratamento de radioterapia, durante 7 semanas diáriamente...Eu costumo dizer que agora é um bichinho que tenho dentro de mim que me quer vencer; O CÂNCER NA PRÓSTATA...

Mas...Continuo a enfrentar o meu destino de peito aberto e sem medo...

Ao fim de 3 meses fui tirar análises e o respectivo "malandreco" estacionou... Agora vou estar mais meio ano sem fazer nada e aí vou fazer outros exames e despois se verá que está o Câncer...

Sinto-me bem...

Cumprimentos do ZezinhoMota

"A Poesia do Zezinho - http://zezinhomota.blogspot.com"


De mafalda-momentos a 4 de Maio de 2010 às 13:00
Amiga linda
Só hoje te descobri aqui.
É uma falta imperdoável, mas ao mesmo tempo uma surpresa linda.
De vez em quando abro o teu blog na expectativa de encontrar algo, hoje...
Hoje as lágrimas escorregaram-me dos olhos num misto de emoção, de alegria por ver que reuniras forças para deixares aqui as tuas palavras, de esperança que consigas vir mais vezes bem rapidinho.
Não havia como não me comover ao ler-te, no expressar da tua luta, do teu reconhecimento por tudo quanto tens recebido de todos que te amam e que ao teu lado lutam e te apoiam. Familia maravilhosa. Sábias palavras as do teu irmão Carlos. A palavra é dificil de pronunciar, mas inimaginável quando atinge "os nossos".
Mas tu és uma pessoa especial que sabes cativar pelo que semeias. Sabes lá a surpresa deliciosa que foi a tua mensagem via telemóvel.
Estou comovida sim Fátima e ficaria aqui, falando, falando... mas não quero que te canses. Para ti só quero o melhor, neste altura da tua vida, a tua recuperação.
Chegará o tempo que encontrarei aqui muitos outros posts para ler.
Também já sabes que podes não me responder se isso te obriga a um esforço maior. Sabes que entendo.
Agora deixo-te um beijinho enorme cheio de amizade, esperando que te possa trazer algum conforto e cheio de esperança para o teu futuro.
Mafalda


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 6 seguidores

.Leva-me contigo...


fg.jpg


.Segredos recentes...

. Don´t leave me...

. Cabreiro...Junto ao rio.....

. Corando...

. Para as mulheres que faze...

. Timidez...

. ...

. Quantas vezes...

. Beijo teu...

. Imperfeita...

. Saudade...

. Raio de sol...

. Imperfeições...

. Meu arco-íris...

. For you...

. Meu despertar...

. Adeus mano...

. ...

. Porque hoje é dia dos nam...

. Meu Domingo...

. Lágrimas de Seda!

. Outono...alma minha!

. Quem me dera...

. Apenas um sonho...

. Fada...

. Deus, cuida de mim...

. Meu Deus

. Devagarinho...

. Nada como o tempo...

. Homenagem...

. Quero acreditar...

. Obrigada...

. Dor não...

. Medo...

. Voltei...

. Que seja um ano feliz...

. poema

. ...

. Ternura...

. Há dias assim...

. Meu amor de papel...

. Uma noite de luar...

. Recado antigo...

. Bodas de prata 08/09/2009

. ...

. Papoila do meu coração...

. Vives em Mim

. Aprendi...

. Adeus...

. Lágrima...

. Mãe...

.Escreve-me...


.Segredos recentes...

. Don´t leave me...

. Cabreiro...Junto ao rio.....

. Corando...

. Para as mulheres que faze...

. Timidez...

. ...

. Quantas vezes...

. Beijo teu...

. Imperfeita...

. Saudade...

. Raio de sol...

. Imperfeições...

. Meu arco-íris...

. For you...

. Meu despertar...

. Adeus mano...

. ...

. Porque hoje é dia dos nam...

. Meu Domingo...

. Lágrimas de Seda!

. Outono...alma minha!

. Quem me dera...

. Apenas um sonho...

. Fada...

. Deus, cuida de mim...

. Meu Deus

. Devagarinho...

. Nada como o tempo...

. Homenagem...

. Quero acreditar...

. Obrigada...

. Dor não...

. Medo...

. Voltei...

. Que seja um ano feliz...

. poema

. ...

. Ternura...

. Há dias assim...

. Meu amor de papel...

. Uma noite de luar...

. Recado antigo...

. Bodas de prata 08/09/2009

. ...

. Papoila do meu coração...

. Vives em Mim

. Aprendi...

. Adeus...

. Lágrima...

. Mãe...