Quarta-feira, 8 de Setembro de 2010

Apenas um sonho...

 

Era dia de festa.  A casa estava animada. Muitos risos sobrepunham as conversas tidas em voz alta. Não sei qual era o motivo de tanta comemoração nem quem era aquela gente toda. Reconhecia o lugar e parecia-me pequeno demais para conter tanta gente. Alguns rostos foram surgindo, e resconheci aqueles que fazem parte de minha vida. Toda a gente estava feliz e acho que eu também sorria e mesmo sem saber a razão, sentia-me bem...

 

Estavas encostado a porta que dava para o quarto onde já estava muita gente a fazer não sei bem o quê e também sorrias. Não eras como me lembrava mas reconheci-te logo de outros tempos. Tua presença imponente parecia encher o espaço. Em teu olhar brilhava um sorriso, talvez por  sentir tanta alegria a tua volta. Não sei como apareceste ali nem sequer porque te teriam convidado...se é que o fizeram...tinha minhas duvidas...

 

Foste conversando com as pessoas a tua volta e tive a sensação que pertencias aquele meu mundo.  Aproximei-me de ti e envolveste-me num abraço forte...daqueles que damos quando nos despedimos ou quando a saudade é tão grande que temos medo de ver partir outra vez a pessoa que abraçamos... Parecias um gigante...não te imaginava tão alto... Teus olhos tinha a mesma doçura que sempre encontrei neles... Não dissemos nada...Como poderiamos dizer seja o que for se sempre foi o silencio que partilhamos?!...

 

Os sons foram dimuindo e deixei de ouvir os risos. A casa que tão bem conheço deu lugar a um espaço aberto que não reconheci... Havia o céu azul e relva muita verde... Sempre te imaginei com as cores quentes de um Outono mas parece que até aqui, as tuas cores predominam... Segui-te,  sem nunca conseguir alcançar-te. Sentia uma força estranha que me obrigava a continuar...

 

O abismo abriu-se a minha frente e lá no fundo estavas tu, ainda sorrindo e com a mão estendida...estavas a minha espera... Parado diante de um portão enorme que não dava para lugar algum. Sentia-me tranquila, sem medo... Lancei-me no vazio sem sequer pensar ... Parecia um salto infinito no vazio mas que me levava até ti. Tinha a sensação de voar, levada por alguma brisa ligeira, mas essa soprou com mais força e levou-me mais além...  Precisei de todas as minhas forças para voltar atrás. senti uma dor incrivel nessa luta contra o vento. Parecia uma folha rodopiando em sentido contrario a força do vento, mas precisava lutar com mais forças ainda para não seguir para longe de ti...queria tanto alcançar-te...

A dor era muito grande mas não desisti, alimentada por esse sorriso que tudo iluminava e pela mão estendida que tanto queri apertar... O vento parou, e finalmente caí desemparada rumo ao chão... Senti que iria morrer...

 

Mas ao tocar o chão, meu coração disparou e acordei desse sonho. Nunca saberei se cheguei a tocar tua mão, nem porque me chamavas para junto de ti...

 

Procurei o significado deste sonho, mas nada do que li me ajudou a entender... A minha propria interpretação, é que a saudade  pode ser uma dor que nunca tem fim...

 


Segredo de... Fátima às 09:28
| Comenta...
3 comentários:
De António a 8 de Setembro de 2010 às 10:51
Saudade, estado de alma que nos derruba e arrasta o coração pelo chão, é pela saudade que tantas vezes vertemos lágrimas, mesmo que sejam por alguém que não as mereça.

Que a saudade jamais se apodere de ti, que o sorriso vença a tua saudade.

Beijinho!


De Marisa Ferreira a 13 de Setembro de 2010 às 08:22
A saudade deve de ser o sentimento mais cruel que temos. Ainda mais cruel do que a dor porque a saudade come-nos por dentro, enfraquece-nos a cada minuto que passa, como se provocasse uma morte lenta.

**


De mafalda-momentos a 20 de Setembro de 2010 às 18:56
Só tu linda Fátima podes sentir o porquê desse sonho... mas o que te posso dizer é que seja qual fôr, te sinto bem viva ao ler-te. É tão bom quando te encontro por aqui de novo, ainda que seja para falares de saudade... esse sentimento mágico que muito bem entendes e conheces.

Pensamos sempre que a saudade é uma dor que nunca tem fim..., mas um dia virá em que ela continuará a existir mas deixará de doer assim, viverá apenas do nosso lado e quem sabe se não nos dará um sorriso.
Beijo com carinho


Comentar post

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 6 seguidores

.Leva-me contigo...


fg.jpg


.Segredos recentes...

. Don´t leave me...

. Cabreiro...Junto ao rio.....

. Corando...

. Para as mulheres que faze...

. Timidez...

. ...

. Quantas vezes...

. Beijo teu...

. Imperfeita...

. Saudade...

. Raio de sol...

. Imperfeições...

. Meu arco-íris...

. For you...

. Meu despertar...

. Adeus mano...

. ...

. Porque hoje é dia dos nam...

. Meu Domingo...

. Lágrimas de Seda!

. Outono...alma minha!

. Quem me dera...

. Apenas um sonho...

. Fada...

. Deus, cuida de mim...

. Meu Deus

. Devagarinho...

. Nada como o tempo...

. Homenagem...

. Quero acreditar...

. Obrigada...

. Dor não...

. Medo...

. Voltei...

. Que seja um ano feliz...

. poema

. ...

. Ternura...

. Há dias assim...

. Meu amor de papel...

. Uma noite de luar...

. Recado antigo...

. Bodas de prata 08/09/2009

. ...

. Papoila do meu coração...

. Vives em Mim

. Aprendi...

. Adeus...

. Lágrima...

. Mãe...

.Escreve-me...


.Segredos recentes...

. Don´t leave me...

. Cabreiro...Junto ao rio.....

. Corando...

. Para as mulheres que faze...

. Timidez...

. ...

. Quantas vezes...

. Beijo teu...

. Imperfeita...

. Saudade...

. Raio de sol...

. Imperfeições...

. Meu arco-íris...

. For you...

. Meu despertar...

. Adeus mano...

. ...

. Porque hoje é dia dos nam...

. Meu Domingo...

. Lágrimas de Seda!

. Outono...alma minha!

. Quem me dera...

. Apenas um sonho...

. Fada...

. Deus, cuida de mim...

. Meu Deus

. Devagarinho...

. Nada como o tempo...

. Homenagem...

. Quero acreditar...

. Obrigada...

. Dor não...

. Medo...

. Voltei...

. Que seja um ano feliz...

. poema

. ...

. Ternura...

. Há dias assim...

. Meu amor de papel...

. Uma noite de luar...

. Recado antigo...

. Bodas de prata 08/09/2009

. ...

. Papoila do meu coração...

. Vives em Mim

. Aprendi...

. Adeus...

. Lágrima...

. Mãe...